Análise: Em noite de Cleiton, Bragantino tem jogo intenso contra o Flamengo e empata no Nabi

Massa Bruta e Rubro-Negro empataram por 1 a 1 pela 35ª rodada do Brasileirão

GLOBOESPORTE.COM / DANILO SARDINHA


Red Bull Bragantino e Flamengo empataram por 1 a 1 no último domingo, 7, no estádio Nabi Abi Chedid, pela 35ª rodada do Brasileirão. Apesar de não ter sido jogo de muitos gols, o duelo foi bastante intenso como era esperado e bom de assistir. Cleiton, goleiro do Massa Bruta, foi o destaque do jogo, com defesas importantes.

O Massa Bruta que entrou em campo foi quase igual ao time que começou a partida contra o Atlético-GO. A única mudança foi a entrada de Ryller no lugar de Eric Ramires.

Nos primeiros minutos, o Bragantino viu o Flamengo apertar bastante a saída de bola e ficou mais preso no setor defensivo e precisou apostar mais em bolas longas. Após dez minutos, o time conseguiu sair mais e equilibrou o jogo. As jogadas foram, principalmente, pelo lado direito. Artur foi bastante acionado e deu um chute perigoso, que exigiu boa defesa de Hugo.

O goleiro Cleiton, que fez uma das melhores partidas com a camisa do Massa Bruta, fez boas defesas já no primeiro tempo e impediu que o Rubro-Negro fizesse mais de um gol na etapa inicial. O gol do Flamengo foi em cobrança de pênalti após revisão do VAR. As imagens mostraram Ryller segurando a camisa do zagueiro Gustavo Henrique em cobrança de escanteio, e o árbitro marcou pênalti. Contra o Ceará, o volante também cometeu um pênalti semelhante que foi revisado pelo VAR. Na cobrança, Gabriel bateu e marcou.

O Bragantino não fez um primeiro tempo ruim, mas o Flamengo foi superior. Foram 45 minutos de jogo aberto, com os dois times buscando o ataque quando tinham a bola nos pés.

No começo do segundo tempo, o Massa Bruta procurou jogadas mais pela esquerda, com Helinho. Porém, o time era neutralizado pelo Flamengo e não conseguia criar chances claras de gol. Até que, aos 17 minutos, Helinho foi lançado na esquerda e recebeu perto da linha de fundo. Ele cruzou para o meio da área, Claudinho passou pela bola e Ytalo mandou para os gols.

Após o gol, o Bragantino parece ter ficado mais confiante e conseguiu assustar mais o Flamengo. O jogo seguiu aberto, com os dois times bastante intensos. Nos minutos finais, o Massa Bruta foi superior ao Rubro-Negro. Enquanto os cariocas não tinham mais a boa marcação no meio de campo, como no primeiro tempo, os anfitriões seguiram com ritmo forte até o fim do jogo.

Bragantino e Flamengo fizeram um bom jogo de assistir, com chances para os dois lados. O empate foi um resultado justo, embora não agrade nenhum dos dois que almejam subir na tabela. O Massa Bruta que tenta a vaga na Libertadores, e o Rubro-Negro que quer passar o Internacional na ponta.